Shazam não terá mais propagandas após ser comprado pela Apple

A Apple anunciou nesta segunda-feira, 24, agora oficialmente, a aquisição do aplicativo de reconhecimento de músicas Shazam. A novidade é que, em breve, o app deixará de exibir anúncios para todos os usuários.

Anunciada em dezembro do ano passado, a compra do Shazam pela Apple foi suspensa por cinco meses em abril deste ano, quando a Agência Antitruste da União Europeia abriu uma investigação para apurar se a Apple poderia usar o Shazam para beneficiar o seu próprio serviço de streaming, o Apple Music, e, desta forma, prejudicar a concorrência.

Em setembro, a agência concluiu que a compra do Shazam pela Apple "não reduziria a concorrência no mercado de streaming de música digital" e que, portanto, poderia seguir em frente. Nesta semana, a aquisição foi completada oficialmente.

A Apple não deu detalhes do que mais deve mudar na atual experiência de uso do Shazam, mas deu a entender que o aplicativo continuará funcionando independentemente. Até hoje, a startup por trás do app usava anúncios para custear as operações. Mas com uma nova dona trilionária pagando as contas, o app não precisa mais de propaganda.

Aparentemente, a experiência sem anúncios do Shazam será liberada tanto para iOS como para Android. O app já foi baixado mais de 1 bilhão de vezes e identifica músicas 20 milhões de vezes por dia. Além de exibir o nome do artista e da música, o Shazam também exibe letras em sincronia com apps de streaming como o Spotify e o Apple Music.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ